artrose

Artrose tem cura? Resumo da doença

Muitos pacientes me perguntam: doutor, artrose tem cura? Mas, afinal de contas, o que é artrose? Nos próximos minutos irei resumir a doença que mais incomoda os idosos.

Conhecida também como osteoartrite, a artrose é um mal que acomete as articulações. É responsável pelo desgaste do tecido cartilaginoso que protege a parte externa dos ossos.

Além de desgastar a cartilagem nessas áreas, a artrose também desgasta os ligamentos, a membrana e o líquido sinovial das articulações. Geralmente, as artroses podem atingir qualquer parte do corpo, mas principalmente as articulações das mãos, quadris, joelhos e coluna.

A cartilagem ajuda os ossos a deslizarem uns nos outros em suas extremidades, conforme os movimentos do corpo, sem que haja desgaste durante o movimento. Do contrário haveria grande dor.

Sintomas 

Quando a cartilagem se desgasta, ocorre inchaço, dores e uma grande dificuldade para se dobrar os membros e se mover adequadamente. A dor é um dos sintomas mais comuns e com frequência, ao final do dia, se torna mais intensa. Também ocorrem rangidos e rigidez conforme o intervalo de tempo em que o indivíduo não se mexa.

Causas 

Existem os casos de artrose primária e secundária.

A artrose primária pode ocorrer por repetidos exercícios físicos ou em decorrência da idade. Em razão de diversas atividades, o fluido que há nas cartilagens, chamado de líquido sinovial, se altera e, com isso, os movimentos causam o desgaste da cartilagem que protege o osso.

Quando a cartilagem começa a se deteriorar, a região em volta das articulações tende a sofrer calcificação. Esta, por sua vez, resulta em osteófitos, mais conhecidos como “bicos de papagaio”, na coluna. É um aviso de que a artrose está chegando.

A artrose secundária, é uma decorrência de outros tipos de problemas de saúde que a pessoa tenha, tais como gota, diabetes, artrite reumatoide, fraturas, obesidade e anomalias congênitas.

Tratamentos

Não há cura para a artrose. Alguns tratamentos podem ajudar a retardar a progressão da doença, aliviando dores e melhorando a função articular.

Podem ser ministrados para dor medicamentos analgésicos simples, anti-inflamatórios e narcóticos.

O médico pode combinar os medicamentos com uma abordagem mais física, como a terapia ocupacional ou a fisioterapia. A prática ajuda a amenizar os danos da artrose e aliviar a dor.

Quando medicamentos combinados com a terapia não surtem efeito, pode ser realizada a infiltração de corticóide ou de ácido hialurônico que ajudam a amortecer o atrito nas articulações.

A substância infiltrada é similar ao líquido encontrado nas cartilagens e amortece naturalmente os movimentos. Contudo, o número de injeções é limitado por ano, tendo em vista que o paciente pode ter as articulações ainda mais degradadas pelos corticosteroides.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em São Paulo!

Comentários
Dr. Thiago Bittencourt

Posted by Dr. Thiago Bittencourt