alongamentos dores no pé

5 melhores alongamentos para amenizar as dores no pé

Nosso corpo possui várias conexões, e todas elas são importantes para diversas funções para que ele desenvolve. Isso também inclui os pés, que possuem uma fundamental relevância na sustentação do corpo. Mas, em virtude dessa atividade, é comum sofrermos dores nos pés, o que gera bastante incômodo. Como essas conexões são inteiramente interligadas, essas dores podem causar problemas nas pernas, nos joelhos e em outras articulações ligadas a eles.

Mas nem tudo está perdido! Mesmo para quem anda o dia todo ou quem passou por um trauma específico, existem tipos de alongamentos que aliviam consideravelmente essas dores e reestabelecem o bem-estar nessa região.

Alongamentos contra dores no pé

1. Alongamento com toalha

É uma medida bem simples. Com o auxílio de uma toalha, envolva o pé com dor e o mova em sua direção por 30 ou 40 segundos. Esse ato de esticar o pé moderadamente ajudará a tratar a lesão de forma invasiva e restaurar os ligamentos que podem estar prejudicados.

2. Erga o pé

Algumas dores no pé costumam começar no dedão. Por isso, para aliviar e prevenir qualquer contusão grave, erga o pé, deixe o dedão abaixado e levante os outros dedos. O dedão deve ser pressionado com a mão, e você deve deixá-lo assim por pelo menos 30 segundos. 4 séries desse alongamento por dia ajudam a melhorar a circulação nessa região.

3. Tensione a panturrilha

Como uma dor pode acontecer em virtude de sobrecarga de peso, é fácil da dor começar na panturrilha e se propagar até o pé. Para treiná-la a suportar essa pressão, faça um alongamento dessa área, colocando uma perna mais afastada que a outra, e se apoie com os dois braços numa parede.

Com a perna mais próxima à parede flexionada, ponha o peso do corpo sobre a perna, e deixe que a perna mais afastada seja alongada o bastante para sentir o impacto. Após 30 segundos, faça o mesmo procedimento com a outra perna.

4. Use uma bolinha

Uma bolinha também pode ser útil para relaxar os músculos da fáscia plantar. O alongamento é feito pondo o pé sobre a bolinha e fazendo pequenas rotações no objeto com o pé.

Essas rotações precisam causar uma pressão para que o pé reconheça e estimule o trabalho muscular da região. Esses movimentos podem ser feitos até o calcanhar e voltar ao início do pé.

5. Alongue os dedos do pé com a mão

Os dedos também costumam sofrer dores. Use sua mão para incliná-los a uma única direção até o máximo alongamento. Isso ajuda as articulações e as estruturas tendíneas dos dedos a se fortalecerem, tornando-os mais resistentes contra inflamações.

O ideal é que, para prevenir as dores no pé, os alongamentos sejam feitos pelo menos duas vezes ao dia. Assim, a área fica mais condicionada a não desenvolver lesões muito graves.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e, ficarei muito feliz em responder os seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em São Paulo!

Comentários
Dr. Thiago Bittencourt

Posted by Dr. Thiago Bittencourt