entorse no tornozelo

5 tratamentos para entorse no tornozelo

A entorse no tornozelo é uma lesão muito comum, que ocorre tanto em quem pratica esporte quanto em pessoas que estão realizando atividades simples, como andar. Apesar de atingir principalmente as mulheres, que tendem a usar sapatos de salto, os homens também lidam com esse problema.

Dor e inchaço são os sintomas mais comuns e pode ser necessário manter o pé imobilizado durante o tratamento. Dependendo do caso, a pessoa tem dificuldade para caminhar.

Existem três graus em que o torção pode ocorrer. No primeiro, há apenas estiramento dos ligamentos e a dor passa em menos de uma semana. No segundo, há lesão parcial dos ligamentos. Agora, no terceiro grau, a lesão do ligamento é total e o tratamento é mais complexo.

Conheça agora cinco tratamentos para entorse no tornozelo!

#1 Repouso

O repouso é essencial para a recuperação do tornozelo, independentemente do grau de torção sofrido, é por ele que começa o tratamento.

É indicado evitar sapatos de salto ou que apertem muito os pés. Deitar com eles elevados, aplicar compressa de gelo quatro vezes ao dia, durante 10 minutos, e, se necessário, enfaixar o tornozelo ou utilizar uma tornozeleira.

O objetivo é diminuir o inchaço e ajudar na recuperação dos ligamentos.

#2 Medicamentos

Medicamentos anti-inflamatórios e pomadas analgésicas são recomendados com o intuito de aliviar a dor e diminuir o inchaço. Eles são um complemento ao repouso e às medidas mais simples, como manter a perna elevada e colocar compressas frias no tornozelo.

A grande maioria dos anti-inflamatórios e analgésicos pode ser comprada sem receita médica. Ainda assim, é recomendado visitar o ortopedista e ver se há real necessidade destes remédios para o tratamento da entorse.

#3 Imobilização

A imobilização pode ser necessária em casos mais graves, havendo a necessidade de uso de tala, bota imobilizadora ou gesso. O objetivo é evitar mexer a região lesionada e dar mais estabilidade.

No caso de entorses de grau 1, as faixas ou tornozeleiras podem ser utilizadas. Nas de nível dois e três, além da tala ou gesso, é provável que o médico recomende o uso de muletas para ajudar a caminhar.

#4 Fisioterapia

A fisioterapia pode ser indicada para todos os graus de entorse do tornozelo. Seu objetivo é diminuir as dores causadas pelo problema, com o intuito de permitir que a pessoa volte às atividades normais.

Nos casos em que foi necessário o uso de tala ou gesso, após sua retirada, a fisioterapia é altamente recomendada. Fortalecer os músculos e reeducar o pé também é parte daquilo que se deseja atingir com o tratamento.

#5 Cirurgia

A cirurgia é raramente indicada nos casos de entorse do tornozelo, mesmo nos mais graves. É tida como última opção, quando nenhum dos outros tratamentos foi bem-sucedido.

O procedimento é minimamente invasivo e feito por artroscopia ou pequenos cortes. São removidos fragmentos soltos de ossos, cartilagem ou partes do ligamento e dados pontos e sutura para que o ligamento seja reestruturado.

Agora você já conhece mais sobre os tratamentos de entorse no tornozelo e saberá como proceder no caso de, infelizmente, sofrer uma.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em São Paulo!

Comentários
Dr. Thiago Bittencourt

Posted by Dr. Thiago Bittencourt