joanete

Quais tipos de sapato evitar para prevenir o joanete?

O joanete é uma condição particular, que implica cuidados na hora de comprar um calçado. Afinal de contas, não é só o aspecto estético que incomoda, uma vez que ele também causa dor.

Resumidamente, estamos falando de uma deformidade óssea provocada por uma curva lateral do dedão e do dedo mínimo. Ou seja, esse desvio, por consequência, acaba promovendo a formação de calos, além de uma saliência óssea redonda na lateral do pé.

Geralmente, esse tipo de distorção aparece por volta dos 20 anos de idade, em apenas um dos pés, devido ao uso de calçados inadequados. Mas, é válido ressaltar que isso também pode ocorrer nos dois pés.

Sabendo que os sapatos apertados, muitos fechados ou com saltos altos podem estar associados ao problema, neste artigo, ajudo você a escolher o sapato certo como forma de prevenção. Quer ficar por dentro dessas dicas? Então, continue a leitura!

Dicas para prevenir o joanete

Faça massagens nos pés

A primeira dica parece básica, mas, ela, com certeza, é muito eficiente quando se trata da prevenção de joanetes. Para que você tenha uma ideia, a massagem é uma opção que promove conforto e relaxamento aos pés. Quando você os massageia ocorre, automaticamente, alivio da tensão sobre o dedo.

Coloque os pés de molho

Outra forma de prevenir o joanete é deixando os pés de molho, por cerca de 20 minutos, numa bacia com água quente. Ou seja, numa temperatura que os pés possam suportar. Se quiser incrementar esse momento de relaxamento, acrescente à água um pouco de sulfato de magnésio.

Enquanto você navega na internet com o seu dispositivo ou assiste TV, por exemplo, a água quente alivia as dores e melhora a circulação, ao passo que o sulfato de magnésio reduz a inflamação, melhora o fluxo sanguíneo e ainda potencializa as funções nervosas e musculares.

Evite sapatos duros

Os sapatos ortopédicos são os mais recomendados para quem deseja ficar livre dos joanetes. Isso porque eles são anatômicos e, por isso, encaixam os pés de forma adequada e ainda melhora a pisada durante as corridas e caminhadas.

Já os sapatos duros, ou seja, aqueles com os solados muito rígidos, além de gerarem dor, também provocam estresse na articulação do dedão.

Use palmilhas ortopédicas

Quando falamos de prevenção, também estamos falando de cuidado. Isso quer dizer que, ao utilizar os seus sapatos, opte pelas palmilhas ortopédicas, uma vez que elas atuam de maneira ergonômica, diminuindo o atrito e o contato dos calçados durante as pisadas. Isso sem mencionar o fato de que elas são constituídas com materiais de qualidade.

Observe o formato do calçado

A parte da frente do calçado, sobretudo para quem deseja evitar os joanetes, precisa apresentar um bico mais arredondado ou aberto. Isso é importante porque os sapatos de bico, além de gerarem desconforto e dor, aumentam a probabilidade de se desenvolver joanetes.

Os sapatos com salto muito alto também devem ser evitados, uma vez que eles geram muita compressão dos ossos e isso resulta justamente naquilo que queremos evitar.

Como vimos, o joanete começa a surgir a partir dos 20 anos de idade. Ou seja, o processo de prevenção precisa começar cedo, a partir da escolha certa para os pés. Nesse caso, além dos calçados apropriados, tente criar uma rotina de cuidado para os pés, a fim de que isso possa relaxá-los e livrá-los das dores.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em São Paulo!

Comentários
Dr. Thiago Bittencourt

Posted by Dr. Thiago Bittencourt