Tendinite do Aquiles

Como prevenir a tendinite do Aquiles

O tendão de Aquiles é o mais resistente dos tendões do corpo. Localiza-se na parte posterior da perna, na região do calcâneo. Sua principal função é fazer a ligação entre os músculos da panturrilha com os do calcanhar.

Como esse tendão é essencial para o desenvolvimento de atividades cotidianas e esportivas, como andar e correr, uma inflamação no local pode ser muito incômoda.

Leia mais: O que é Tendinite de Aquiles?

Por isso, este texto apresenta algumas orientações para prevenir a tendinite do Aquiles, visando à boa saúde e bem-estar.

Causas e sintomas da tendinite do Aquiles

Primeiramente, é importante entender como ocorre a inflamação nessa região do corpo.

Ela pode surgir devido ao desgaste do ligamento, por sobrecarga, bem como intensidade e movimentos repetitivos. Pode acontecer, ainda, após lesões de impacto, como a entorse do tornozelo, por exemplo.

Os primeiros sintomas que apontam essa inflamação são dor e sensação de inchaço ou latejamento. Depois, pode ocorrer rigidez dos músculos do pé, limitando a movimentação e dificultando atividades como caminhar ou correr. Além disso, há perda da flexibilidade e aumento da espessura do tendão, causando deformidade na região.

Como prevenir a tendinite do Aquiles

Ter atenção com a saúde dos pés é importante, a fim de garantir a sustentação e apoio ao corpo em atividades cotidianas ou atividades físicas.

Sendo assim, a proteção do tendão de Aquiles significa assegurar músculos mais sadios e movimentação dos calcanhares e pés sem problemas.

Escolhas e hábitos mais saudáveis podem evitar os riscos de inflamação e promover a longevidade das articulações. Em seguida, conheça algumas formas de prevenção:

  • escolher atividades físicas adequadas para o porte físico e resistência;
  • ter atenção à intensidade dos exercícios ao iniciar uma nova modalidade esportiva, entendendo os próprios limites, uma vez que a sobrecarga é uma das principais causas de inflamação;
  • ter cautela com a pisada, evitando correr ou andar na ponta dos pés e distribuindo o peso por todo o calcanhar;
  • usar de calçados adequados para cada tipo de atividade física, amenizando os impactos sobre os calcanhares;
  • fortalecer os músculos da perna por completo, garantindo sustentação;
  • leia mais: Tudo o que você precisa saber sobre a tendinite
  • valorizar o alongamento dos pés e pernas antes e depois da prática de exercícios, protegendo, assim, os músculos e ligamentos;
  • optar por alimentação rica em vitaminas C e E e antioxidantes, que agem no combate a inflamações;
  • tratar lesões de tornozelo ou entorses da maneira correta, evitando sequelas que podem acarretar inflamação;
  • fazer exames periódicos e não ignorar sinais de dor ou desconforto, que podem ser indicativos de problemas na região.

Leia mais: Conheça as opções de tratamento para a tendinite do Aquiles

A importância do acompanhamento médico

Um importante fator na prevenção de inflamação nas articulações e tendões e mesmo outras doenças que acometem os pés é ter orientação de profissionais.

Além de diagnosticar o problema com antecedência, agindo na rápida recuperação, o especialista é fonte segura para recomendações, auxiliando os indivíduos em sua prática de atividades.

O médico pode também identificar necessidade de uso de produtos ortopédicos para o tratamento da tendinite do Aquiles, como palmilhas e calcanheiras, por exemplo, ou de sessões de fisioterapia, entendendo o que é ideal para cada pessoa.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em São Paulo!

Comentários
Dr. Thiago Bittencourt

Posted by Dr. Thiago Bittencourt