rasteiras

4 perigos do uso contínuo de rasteirinhas

A escolha dos calçados do dia a dia é fundamental para a saúde do corpo. Ela pode trazer uma série de consequências boas ou ruins, de acordo com o uso e o tempo que se passa com cada tipo de sapato.

É comum que os sapatos de salto sejam considerados os mais perigosos para o corpo, porém isso nem sempre é verdade. O uso contínuo de rasteirinhas, por exemplo, pode gerar uma série de riscos e consequências.

Confira a seguir os principais perigos do uso contínuo de rasteirinhas e suas possíveis consequências para o corpo.

Dor nas pernas

O uso de rasteirinhas causa uma pressão maior nas pernas durante os movimentos, uma vez que a panturrilha fica alongada e é constantemente exigida durante as movimentações.

Por isso, o uso prolongado deste tipo de calçado causa um incômodo muito grande nos membros inferiores, levando a uma consequente dor intensa nas pernas. Dessa forma, o uso dessas sandálias deve ser evitado quando forem realizadas atividades longas, como um dia de trabalho ou caminhadas.

Dor nos pés

Assim como as pernas, os pés também sofrem uma pressão maior com o uso contínuo de rasteirinhas, especialmente porque esse tipo de calçado não tem nenhum tipo de amortecimento para as passadas, fazendo com que o impacto seja maior, especialmente na sola dos pés e calcanhares.

Além disso, por deixarem os pés mais soltos em relação a outros tipos de calçados, elas propiciam uma distribuição incorreta do peso e do impacto sobre os pés. Com o uso contínuo desses calçados, ocorrem intensas dores nos pés.

Maior risco de tendinite e outros problemas

Além dos incômodos e dor que pode gerar sobre as pernas e os pés, o uso contínuo de rasteirinhas ainda contribui de forma exponencial para o surgimento de algumas patologias. A mais comum é a tendinite, que pode se manifestar com maior facilidade em pessoas que passam muito tempo usando calçados muito flexíveis e pouco protetores.

Ainda é possível que outros problemas além da tendinite possam surgir devido ao uso prolongado desse tipo de calçado. Estiramento muscular e dores nas plantas dos pés também tendem a aparecer como decorrência do uso contínuo de rasteirinhas, ampliando os incômodos e problemas gerados.

Maior risco de acidentes e lesões

Um dos grandes problemas das rasteirinhas é que elas oferecem muito pouca ou nenhuma proteção para os pés, de forma que estes ficam sujeitos a acidentes e lesões.

Assim, o seu uso contínuo também propicia torções, arranhões, bolhas nos pés e até  fraturas, bastante comuns nos dedos, devido à falta de proteção, diferentemente de botas ou tênis, por exemplo.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em São Paulo.

Comentários
Dr. Thiago Bittencourt

Posted by Dr. Thiago Bittencourt