esporão do calcâneo

Quando a cirurgia é indicada para tratar o esporão do calcâneo?

O esporão do calcâneo é um crescimento incomum do osso do calcanhar, caracterizado por uma saliência óssea. Constituído por um depósito anormal de cálcio, é formado na parte inferior do calcâneo. Entretanto, não é visível pelo exterior do pé.

O calcâneo é o maior osso do pé, sendo responsável pela sustentação do corpo. Assim, é uma região que está sempre sofrendo impactos.

O esporão desenvolve-se, geralmente, na sola do pé ou no tendão de aquiles. Esta associado a alguma outra inflamação, como a fascite plantar.

Em alguns casos, o problema é assintomático, mas pode provocar dor intensa no calcanhar, ocasionando problemas de mobilidade.

Causas do esporão do calcâneo

Ainda que as causas não estejam completamente claras, existem alguns fatores de risco que possibilitam o desenvolvimento desse problema, tais como:

  • prática esportes de alto impacto: dança, corrida, salto, ballet, etc.;
  • uso de calçados inadequados: salto alto, calçado apertado ou deformado, entre outros;
  • pisada irregular;
  • permanência em pé por longos períodos;
  • obesidade.

Leia mais: Você sabe o que é Fascite Plantar?

Diagnóstico do esporão do calcâneo

O diagnóstico deve ser feito por um médico especialista, por meio do histórico clínico do indivíduo, assim como exames complementares. Entre eles:

  • raio-x do pé;
  • ressonância magnética (RNM);
  • exame físico.

Tratamento

O tratamento varia de acordo com diagnóstico do indivíduo. Em primeiro lugar, deve-se adotar um novo estilo de vida.

Se o problema for o sobrepeso, é preciso, de fato, tomar medidas para a redução de peso, como dietas nutricionais e a prática de exercícios físicos.

Se for um esportista, é importante fazer uma restrição temporária das práticas, para que a dor na região melhore. Após essa fase, pode haver retorno à atividade, no entanto, de forma gradual e adotando-se alguns cuidados extras.

Existem, ainda, algumas opções de tratamento que podem aliviar a dor, bem como facilitar a recuperação. Entre os procedimentos disponíveis, destacam-se:

  • prescrição de medicamentos;
  • uso de uma palmilha ortopédica;
  • uso de uma bota walker;
  • fisioterapia, como alongamentos ou ondas de choque;
  • tratamento físico, como a aplicação de gelo ou bolsas de calor, conforme o caso.

Leia mais: Como melhorar esporão do calcanhar com refrigerante!

Cirurgia para esporão de calcâneo

A opção pela cirurgia deve ser considerada quando os tratamentos médicos primários não surtirem efeitos. É, então, realizado um procedimento cirúrgico para remover o esporão. É uma cirurgia que pode ser feita por artroscopia ou aberta. Em ambos os casos, é aplicada anestesia regional.

Apesar de ser considerada uma cirurgia segura, algumas complicações podem ocorrer, como em qualquer outro procedimento. Assim, pode haver lesão do nervo, alterações de sensibilidade, fibrose e infecções.

Durante o pós-operatório, o indivíduo deve evitar pisar com o pé operado entre 3 a 6 semanas. Portanto, deve usar cadeira de rodas, muletas ou botas Walker. Em geral, não é preciso repouso absoluto.

O risco de recidiva do esporão do calcâneo é possível e, por isso, devem ser feitos exames regulares para identificar o problema, logo no início, além de se adotarem medidas preventivas.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em São Paulo!

Comentários
Dr. Thiago Bittencourt

Posted by Dr. Thiago Bittencourt