cirurgião de pé

Quando procurar um cirurgião de pé

O cirurgião de pé é o médico que trata, especificamente, de lesões na região do pé e tornozelo. A função desse profissional é realizar o diagnóstico e identificar o melhor tratamento, que pode, em alguns casos, vir a ser cirúrgico.

Por ser uma região do corpo bastante sobrecarregada, seja por sustentar e dar equilíbrio, seja por absorver impacto e movimentos bruscos, os pés estão sujeitos a diversos tipos de lesões decorrentes de traumas, entorses ou esforço repetitivo.

Leia mais: Como identificar uma fratura de tornozelo

As lesões não são a única fonte de problemas no pé. Além disso, os pés estão sujeitos aos efeitos de problemas inflamatórios, congênitos e degenerativos.

Neste post, entenderemos um pouco mais sobre essa especialidade. Confira!

Por que procurar o cirurgião de pé?

O cirurgião de pé tem, entre suas funções, o estudo dos problemas relacionados à especialidade, sendo o profissional mais adequado a procurar em caso de qualquer problema nessa região.

Atualmente, esse especialista oferece aos pacientes diversas possibilidades de tratamento, com técnicas mais avançadas, que proporcionam períodos pós-operatórios menos dolorosos e, em muitos casos, livres de imobilização, algo impensável há pouco tempo.

O diagnóstico das fraturas, por ser uma região delicada, precisa identificar se são completas ou incompletas, se desviadas ou não, se envolvem articulações ou não. Em caso de fraturas articulares, é necessário obter redução anatômica. Em fraturas extra-articulares, é preciso restabelecer o alinhamento ósseo.

Leia mais: Fratura no tornozelo: os tratamentos mais comuns

A região do pé e tornozelo é complexa. O pé é composto de 26 ossos, que estão divididos em três partes principais. Já o tornozelo é uma estrutura óssea que inclui a tíbia distal, fíbula distal e tálus, formando uma estrutura complexa e delicada.

Leia mais: Saiba tudo sobre a anatomia do pé

Além dos exames de imagem, o diagnóstico requer uma anamnese rigorosa, que oriente o estudo da condição do paciente. Em alguns casos, em que há edema, é difícil, até mesmo, identificar a lesão nos primeiros dias.

O que é tratado por esse especialista?

Sendo mais específicos quanto ao escopo das patologias tratadas por esse profissional, relacionamos os problemas que podem ser tratados por meio de cirurgias:

  • Joanete e deformidades dos dedos;
  • fascite plantar e esporão do calcanhar;
  • bunionette;
  • Hallux Rigidus;
  • lesões do tendão do calcanhar;
  • lesões dos tendões fibulares;
  • entorse do tornozelo;
  • traumas e fraturas do pé e tornozelo;
  • coalizão tarsal;
  • pé plano;
  • deformidades congênitas;
  • osteocondrose e osteocondrites;
  • instabilidade dos ligamentos;
  • artroscopia do tornozelo;
  • Neuroma de Morton;
  • gota e artrite gotosa;
  • pé diabético.

As principais cirurgias realizadas são:

  • tenoplastia (reparo do tendão não seccionado);
  • reconstrução ligamentar;
  • artrodese (correção de deformidades decorrentes de doenças reumáticas);
  • osteotomia e artroscopia (para correção de anomalias ósseas);
  • condroplastia (remodelagem da cartilagem e tratamento do osso subjacente).

Como podemos constatar, o universo de atuação do cirurgião do pé é bastante amplo, o que explica a necessidade de especialização para uma abordagem mais aprofundada — uma tendência, inclusive, no mundo da medicina.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em São Paulo!

Comentários
Dr. Thiago Bittencourt

Posted by Dr. Thiago Bittencourt