ligamento

Afinal, o que é um ligamento?

O corpo humano é composto de tecidos duros e moles que mantêm diversas conexões entre si. Essas estruturas são projetadas para conectar partes específicas do corpo umas às outras e um exemplo importante são os ligamentos.

Os ligamentos são estruturas de tecido conjuntivo muito fortes que conectam os ossos entre si e estabilizam as articulações, limitando sua mobilidade. Quase todas as articulações são fixadas dessa forma.

Muitas pessoas tendem a confundir os ligamentos com os tendões. No entanto, trata-se de duas estruturas diferentes, pois os ligamentos ajudam a ligar um osso ao outro, enquanto os tendões normalmente ligam os músculos ao osso.

Mas, ainda há muito o que saber sobre essas estruturas. Continue a leitura para saber mais sobre os ligamentos.

Quais são as funções dos ligamentos?

Amplitude de movimento

Os ligamentos estão presentes em todas as articulações do corpo e são responsáveis ​​por determinar a extensão do movimento que a articulação e / ou o músculo conectado pode fazer.

Proteção dos ossos e articulações

Outra função dos ligamentos é prevenir fraturas ósseas. Quando há algum tipo de mudança na articulação, eles se deformam ligeiramente sob uma carga constante e pesada. Isso evita lesões nas articulações, uma vez que os ligamentos agem como amortecedores e poupam o osso de qualquer dano.

Ligamentos do tornozelo

O tornozelo e o pé são unidos por ligamentos que conectam os ossos em ambos os lados da articulação. Na parte lateral externa do tornozelo, existem três feixes de ligamentos principais: o talofibular anterior, o fibulocalcâneo e o talofibular posterior. Na parte de dentro existe ainda um complexo ligamentar, chamado de ligamento deltoide, muito mais espesso e, portanto, mais resistente. Há, por fim, os ligamentos tibiofibulares distais anteriores e posteriores que estabilizam a extremidade inferior da perna.

Leia mais: Guia anatomicamente correto do pé

Essas estruturas são muito fortes e difíceis de ferir, mas as lesões, quando ocorrem, podem ser graves. Além disso, como não recebem muito do fluxo sanguíneo nutritivo do corpo, as lesões podem levar muito tempo para cicatrizar.

O rompimento desse tecido costuma  ocorrer quando o pé é torcido de forma violenta. Essa condição pode ser grave, pois os ligamentos que estão completamente rompidos podem não se curar como aconteceria com um osso ou um músculo.

Uma ruptura grave ou que ocasione danos permanentes à função do pé pode exigir uma cirurgia, na qual são unidas as duas extremidades de um ligamento danificado.

Leia mais: Torção do tornozelo: entenda quando a cirurgia é indicada

Sintomas de um ligamento rompido no pé

Os ligamentos podem ser rompidos em uma série de atividades físicas, desde a dança até o snowboard, e vários sintomas comuns podem ajudar a identificar esse problema como a causa da dor no pé. Alguns dos sinais são:

  • inchaço e contusões no local da lesão;
  • dor e sensibilidade concentradas na parte superior, inferior ou nas laterais do pé, perto do arco;
  • dor que se intensifica ao caminhar ou durante uma atividade física;
  • incapacidade de suportar peso no pé lesionado.

Ao sentir algum desses sintomas depois de uma torção do pé, é essencial procurar ajuda médica.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em São Paulo!

Comentários
Dr. Thiago Bittencourt

Posted by Dr. Thiago Bittencourt