Tornozelo

A Recuperação de Lesões no Tornozelo

Um dos principais tipos de lesões sofridas por atletas e praticantes de atividades físicas é a lesão no tornozelo. Apesar de, na maioria dos casos, ter um tratamento simples, o período de recuperação costuma ser longo e exige muita paciência do indivíduo.

Já sofreu alguma lesão nessa região? Como foi a recuperação? Continue a leitura, a fim de saiber mais sobre essas lesões e o processo de cura.

Quais são as lesões do tornozelo?

Existem diversos tipos de lesões e distúrbios que podem afetar essa região. Eles ocorrem porque ela é constantemente exigida e são raros os momentos em que a sua musculatura consegue relaxar.

As lesões mais frequentes são a entorse, tendinite, síndrome do túnel do tarso e a tenossinovite dos fibulares. Conheça, em seguida, um pouco mais sobre elas.

Entorse

A entorse é causada pelo movimento brusco. Geralmente ocorre quando se pisa de forma errada ao caminhar, correr ou praticar esporte. Ela é caracterizada pelo estiramento ou ruptura dos ligamentos e de outras estruturas que existem na articulação do tornozelo.

A entorse é classificada de acordo com o grau de complexidade do trauma. Quando há apenas o estiramento, é uma entorse de primeiro grau. Se houver ruptura parcial do ligamento, é uma lesão de segundo grau. O tipo mais grave é a lesão ligamentar parcial, que é de terceiro grau e se caracteriza pelo rompimento dos ligamentos.

Leia mais: 5 tratamentos para entorse no tornozelo

Tendinite

A tendinite ocorre quando há inflamação dos tendões que conectam os ossos e os músculos. Provoca, então, dor ao caminhar, rigidez nos movimentos e inchaço.

Síndrome do túnel do tarso

A síndrome do túnel do tarso ocorre quando há a compressão do nervo localizado na região dos pés. Normalmente, ela é provocada como resultado de alguma fratura ou entorse que comprime as estruturas no túnel do tarso.

Tenossinovite dos fibulares

A tenossinovite dos fibulares é uma inflamação da bainha que reveste e protege os tendões, cuja função é evitar as torções do tornozelo. Pode ser causada pela ocorrência de traumatismos na região, pela realização de movimentos bruscos, por lesões nos ligamentos, entre outros motivos.

Leia mais: Lesões dos tendões fibulares: sintomas, causas e tratamentos

Como é o tratamento dessas lesões?

De modo geral, o tratamento das lesões no tornozelo costuma ser semelhante. Caso seja uma contusão de menor complexidade, consiste no uso de anti-inflamatórios e analgésicos, realização de compressas de gelo, repouso e fisioterapia.

Se a lesão for grave e as providências iniciais não surtirem resultados satisfatórios, a intervenção cirúrgica será indicada. Nesse caso, o procedimento variará conforme o tipo de trauma.

Como é a recuperação após o tratamento?

A recuperação desse tipo de lesão ocorre em três etapas, descritas a seguir.

  1. Na fase inicial, é necessário descansar e sempre proteger a região, seguindo as orientações médicas para redução do inchaço.
  2. Na fase intermediária, a lesão já está curada e deve-se iniciar o processo de reabilitação física. Esse processo consiste em restaurar a flexibilidade, a amplitude de movimento e a força muscular.
  3. Na última fase da recuperação, já não há mais lesão e os movimentos foram restaurados. Assim, é necessário apenas ter cuidado para retornar, gradualmente, à prática de atividades físicas moderadas. Posteriormente, será possível voltar aos esportes mais intensos.

É importante concluir o período de reabilitação, pois isso dificultará a ocorrência de nova lesão no tornozelo. Caso as orientações não sejam seguidas, o indivíduo poderá voltar a sentir dor, apresentar instabilidade e até desenvolver artrose.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em São Paulo!

Comentários
Dr. Thiago Bittencourt

Posted by Dr. Thiago Bittencourt