É possível corrigir a pisada pronada?

A pisada pronada é popularmente conhecida como “pisar para dentro”. É quando se apoia a parte interior do pé ao solo, isto é, o arco do pé, direcionando a pressão da pisada para dentro, configurando um desvio de rotação e articulação.

De fato, a pronação é um movimento natural do nosso corpo. É normal que o pé se desvie um pouco para dentro, principalmente ao correr.

O problema ocorre quando esse movimento é realizado em excesso, ou seja, se a pisada pronada já virou uma característica do andar do indivíduo, os calçados estão gastos nas suas partes internas ou, o que é pior, a pessoa passa a ter dores ou lesões no corpo.

Essa maneira de pisar faz com que as cargas de peso sejam distribuídas desproporcionalmente e, assim, algumas partes do corpo ficam mais sobrecarregadas que outras, configurando as lesões.

Leia mais: Tipos de pisada: Como identificar o seu

Quais os riscos da pisada pronada?

Em excesso pode trazer sérias lesões ao joelho, que fica sobrecarregado compensando a distribuição do peso do corpo ou, até mesmo, com a rotação deles mais para dentro. Ainda, geram problemas no arco do pé, nos calcanhares, dedão, tornozelo ou no quadril.

Os dedos do pé podem ficar desalinhados, devido à sobrecarga. Casos de joanete também são comuns em pacientes com pisada pronada, além de possíveis tendinites, canelite e outras síndromes que, com o tempo, têm possibilidade de aparecer.

Aos praticantes de atividades físicas mais intensas, é muito comum o aparecimento de bolhas ou calos durante, ou após os exercícios.

Afinal, é possível corrigir essa pisada?

É importante que indivíduos com pisada pronada consultem um ortopedista, que indicará a melhor maneira de corrigir a pisada. Feitos os tratamentos, seguindo as orientações e os cuidados exigidos pelo médico, é possível sim  a correção.

O ortopedista, depois de examinar e avaliar, indicará os calçados ideais, o tratamento fisioterapêutico mais correto e, nos casos mais graves, até cirurgias.

Leia mais: Pé chato ou Pé plano? Conheça as principais causas e tratamentos

Quando há a indicação de tratamentos fisioterápicos, o fisioterapeuta trabalhará com o paciente alguns exercícios que fortalecerão a musculatura das plantas dos pés e das pernas. Ele também auxiliará adequando a caminhada, executando movimentos que redefinirão o modo como caminha.

Já o uso das palmilhas ou calçados ortopédicos podem ser indicados nos casos em que os pacientes venham a sentir dores por conta das pisadas. As palmilhas são, normalmente, feitas sob medida para se adequar ao pé de cada paciente, fabricadas com elevações que auxiliam a pisar de forma correta, não sobrecarregando a parte interna no pé e oferecendo sustentação ao movimento.

Leia mais: 3 dicas na hora de comprar o tênis certo para esportes

Aos poucos, o paciente vai alinhando a pisada, livrando-se das dores e redesenhando o seu caminhar. Portanto, tanto os exercícios fisioterápicos quanto as palmilhas especializadas são tratamentos importantes para corrigir a pisada pronada.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em São Paulo!

 

Comentários
Dr. Thiago Bittencourt

Posted by Dr. Thiago Bittencourt